Acessórios poéticos

Coroas modernas

Stephen Jones, chapeleiro da Dior, elaborou véus (acessórios estimados por Christian Dior) a partir dos arquivos de modelos dos anos 1940, oriundos do mundo todo. Joias para a cabeça douradas, pontuadas de flores ou de serpentes, além de delicadas tiaras, lembrando os ornamentos antigos, nascem da inspiração de Maria Grazia Chiuri, no intuito de celebrar a suntuosa beleza das divindades mitológicas.

    Oferendas preciosas  

    Engrandecendo ainda mais essas neodivindades contemporâneas, as joias são uma interpretação moderna dos ornamentos antigos. Delicadamente dourados, majestosos colares, brincos e braceletes são decorados com folhas, flores e animais sagrados.

    Liberdade de expressão

    Evocações de um imaginário antigo, as sandálias são delicadamente amarradas ao redor do tornozelo, reinterpretando as tranças e os cordões que envolvem os modelos. Douradas, cor da pele ou pretas, elas completam o look com um toque de graça e de elegância.

      Crédito da foto - Morgan O'Donovan